10 dicas pra quem toca ou quer tocar saxofone
10 dicas pra quem toca ou quer tocar saxofone

Dica 01 – A primeira dica é a limpeza do instrumento

Sempre que terminar de tocar, faça uma higienização no seu instrumento e seque muito bem principalmente no tudel e o início do corpo que é onde o instrumento fica mais úmido por conta da saliva que sai na hora de tocar. A boquilha e palheta devem sempre ser limpas também, existe alguns produtos disponíveis no mercado que auxiliam nessa limpeza como o “rabo de raposa” que é colocado dentro do tubo do saxofone e mantem o instrumento sempre seco, e também existem flanelas específicas para secar o tudel.


Dica 02 – Sempre tome cuidado ao transportar seu instrumento

Tome muito cuidado ao transportar seu instrumento, pois os saxofones tem a mecânica complexa, qualquer amassado pode empenar a campana e chaves criando vazamentos o que pode custar prejuízo grande para arrumar, e o pior você pode ficar um bom tempo sem tocar enquanto seu instrumento estiver na manutenção!


Dica 03 – Uma dica pra não incomodar os vizinhos 

Uma dica interessante para você poder tocar dentro de sua casa para não incomodar os vizinhos é abrir a porta do seu guarda roupas e tocar com o saxofone voltado pra dentro do guarda roupas, neste caso quanto mais roupas tiver dentro do guarda roupas melhor vai ser o resultado, pode parecer coisa de louco não é? Mas as roupas vão absorver o som do instrumento abafando um pouco o volume do instrumento.


Dica 04 – Treine a resistência do diafragma

O diafragma é uma parte fundamental para tirar um som mais bonito no saxofone, treine notas longas no saxofone isso faz com que seu diafragma se fortaleça e te ajude a tirar um timbre mais firme e bonito pois conserva a resistência da coluna de ar diafragmática.


Dica 05 – Leitura Rápida

Sabe como é que se consegue ter uma leitura rápida e dinâmica?


Ter habilidade técnica mínima compatível com a peça preterida;

Concentração;

Realizar uma leitura global sem o instrumento em toda a música, detectar os pontos mais “difíceis” e entendê-la em sua forma, voltas e repetições;

Ler sempre um compasso à frente. Há músicos que leem mais de um;

Ter calma, muita calma.

Dica 06 – Na hora de comprar seu saxofone pense nessas dicas

Se o seu orçamento estiver um pouco apertado e você precisar apelar para um instrumento barato, procure sempre um que não precise ser feita nenhuma manutenção, opte pode instrumentos semi novos e vá pelo preço, nesse caso o mais barato possível, quando você compra um saxofone chinês novo na loja, assim que você tirar ele da loja você já perde um terço do valor, se o seu orçamento permitir, escolha sempre instrumentos de marcas boas como Yamaha, Yanagisawa, Selmer entre outras, converse com seu professor ou um profissional para te indicar um instrumento.


Dica 07 – Entenda as Músicas Antes de Decorá-las

Para decorar uma música é preciso primeiro entendê-la. Escute-a, mesmo que você esteja tocando. Cantá-la antes de tocar é bom e aperfeiçoa a afinação e ritmo.


Dica 08 – Velocidade na execução

Uma dica legal para tocar escalas ou trechos um pouco mais difíceis é tocar bem devagar até você entender bem como executar essas escalas, assim que você assimilar bem, vá aumentando a velocidade, quando chegar na velocidade correta e não tiver nenhuma dificuldade tente aumentar ainda mais a velocidade para ganhar agilidade e precisão na execução das musicas.


Dica 09 – Dica de segurança 

Uma dica muito importante é saber o número de série e modelo do seu instrumento, o número de série é a identidade do seu instrumento, caso você perca seu instrumento ou seja roubado você irá ter que apresentar o número de série para a polícia para tentar recuperar seu instrumento. 


Dica 10 – Sempre tenha mais de uma palheta guardada

Se prevenir é sempre bom, então tenha sempre uma palheta reserva, as palhetas feitas com bambo são muito sensíveis e podem se danificar facilmente, seria muito chato perder um ensaio ou ver seus amigos tocando e você ficar de fora não é mesmo? Então essa última dica é pra que isso não aconteça, ande sempre com uma palheta reserva.