A importância da respiração ao tocar um instrumento musical
A importância da respiração ao tocar um instrumento musical

Quantas vezes você já ouviu alguém te dizer que você precisa respirar mais para tocar?

Vamos do princípio básico: O trompete é um instrumento de sopro, sendo assim, podemos dizer que o ar é a matéria-prima da produção sonora. Então, é fundamental darmos total atenção a nossa respiração?

A primeira dica é: SIMPLIFIQUE

Não se preocupado com algo que aprendemos a fazer ao sair da barriga de nossas mães que é respirar! Apesar de óbvio, permita me lembrá-lo deste fato. Está em dúvida se realmente sabe respirar?


Seguem três fatos de que você sabe respirar:

1-) Experimente bocejar. Não tenha medo, force um bocejo, em seguida teu corpo acabará realizando um bocejo natural. Preste atenção em como ao bocejar você inala uma grande quantidade de ar sem fazer nenhum esforço, ao contrário, teu corpo todo está super relaxado.


2-) Experimente esvaziar ao máximo possível tua quantidade de ar dentro dos pulmões e fique nessa condição até não aguentar mais. Segure mesmo, e certifique-se de tentar expelir todo ar que tiver dentro do corpo. Espere até achar que que vai morrer sem ar, nesse momento, teu instinto de sobrevivência irá tomar as rédeas dessa brincadeira é uma grande inalação irá acontecer. Pronto, faça esse teste algumas vezes e verifique como tua inalação foi natural e sem necessidade pensar sobre ela.


3-) Deite-se de barriga para cima, preferencialmente com um pequeno apoio na cabeça, se quiser, coloque as mãos sobre teu umbigo e dobre tuas pernas ligeiramente. Observe sua respiração, não tente controlá-la, apenas inspire e expire, relaxe, pense em coisas agradáveis e tranquilas. Uma música tranquila ao fundo… algo bem relaxante. Fique aí, nessa posição e veja o movimento que teu corpo faz, se você estiver relaxado e não interferir no processo, é provável que sua barriga esteja subindo na hora que você inala, e descendo na hora que você exala.